Weby shortcut 1a5a9004da81162f034eff2fc7a06c396dfddb022021fd13958735cc25a4882f

DISCIPLINA: Durabilidade das Estruturas de Concreto

Área de Concentração: Construção Civil
Professores:
Helena Carasek, Oswaldo Cascudo
Obrigatória: Não  
Carga Horária: 64hs. 
Créditos: 4

Ementa:
I - Fundamentos da Durabilidade do Concreto
1.1 - Introdução ao curso : conceitos, influência da estrutura interna do concreto na sua durabilidade, hidratação do cimento, microestrutura do concreto, influência das adições minerais na durabilidade do concreto
1.2 - Mecanismos de transporte no concreto : estrutura de poros do concreto, absorção, sucção, difusão, penetração sob pressão.
1.3 – Carbonatação do concreto e suas implicações.
 
II - Deterioração Química do Concreto
Causas, origens, mecanismos, sintomas, prevenção, recuperação
2.1 - Hidrólise e lixiviação dos componentes da pasta
2.2 - Reações de troca iônica
2.3 - Expansão pela hidratação do MgO e CaO cristalinos
2.4 - Reação álcali-agregado
2.5 - Ataque por sulfatos (ataque externo, sulfetos nos agregados e formação tardia de etringita).
 
III - Deterioração Físico-Mecânica do Concreto
3.1 - Desgaste Superficial: abrasão, erosão, cavitação.
3.2 - Fissuração: mudanças de volume devidas às variações de temperatura e umidade; exposição a extremos de temperatura: gelo-degelo e ação do fogo.
 
IV - Deterioração Eletroquímica - Corrosão das Armaduras
Mecanismos da corrosão (período de iniciação e de propagação); efeitos e sintomatologia típica, prevenção, considerações sobre previsão da vida útil.
 
V – Deterioração biológica do concreto

Bibliografia:
1. AITCIN, P-C. Concreto de alto desempenho. São Paulo, Pini, 2000.
2. BICZOK, I. Concrete corrosion and concrete protection. Chemical Publishing Company, Inc., New York, 1967.
3. CASCUDO, O. O controle da corrosão de armaduras em concreto: inspeção e técnicas eletroquímicas. São Paulo, Ed. UFG/Pini, 1997.
4. 
COMITÉ EURO-INTERNATIONAL DU BÉTON. Durabilidad de estructuras de hormigon: guia de desiño CEB. Madrid, out, 1993 (GEHO-CEB – Boletim 12).
5. 
FURNAS, Equipe de: Laboratório de Concreto. Concretos massa, estrutural, projetado e compactado com rolo: ensaios e propriedades. Pacelli de Andrade, W. ed. São Paulo, Pini, 1997.
6. 
GJØRV, O.E. Durability design of concrete structures in severe environments. 1. ed. Taylor & Francis, 2009.
7. 
ISAIA, G. C. (ed.) Materiais de construção civil e Princípios de Ciência e Engenharia de Materiais, São Paulo: IBRACON, 2010. 2v.
8. 
ISAIA, G. C.(ed.) Concreto: Ensino, pesquisa e realizações. São Paulo: IBRACON, 2005. 1.600p.
9. 
ISAIA, G. C.(ed.) Concreto: Ciência e Tecnologia. São Paulo: IBRACON, 2011. 2v.1.902p.
10. 
MEHTA, P.K.; MONTEIRO, P.J.M. Concreto: microestrutura, propriedades e materiais. São Paulo, Ibracon, 2008.
11. 
NEVILLE, A.M. Propriedades do concreto. 2. ed. rev. e atual. São Paulo, Pini, 1997.
12. 
OLLIVIER, J-P.; VICHOT, A. La durabilité des bétons. 2. ed., Paris, Presses de l´Ecole Nationale des Ponts et Chaussées, 2008.
13. 
PAGE, C.L.; PAGE, M.M. Durability of concrete and cement composites. 1 ed., New York, Woodhead Publishing in Materials, 2007.
14. 
SCRIVENER, K. L.; YOUNG, J. F. Mechanisms of chemical degradation of cement-based systems. E&FN SPON. 1997.
15. 
SKALNY, J. ed. Materials science of concrete. Westerville, American Ceramic Society, v. 1, 1989; v.2, 1991.
16. 
TAYLOR, H.F.W. Cement Chemistry. London, Academic Press, 1997.
17. Dissertações de mestrado sobre durabilidade da UFG
 
Listar Todas Voltar